O poder da palavra

June 19, 2018

Há umas semanas recebi um e-mail que me deixou a pensar sobre o poder da palavra, e em como uma experiência positiva ou negativa (esta última muito mais difícil de apagar) nos marca e nos condiciona a forma como olhamos para algo. Ao trabalhar em Recrutamento e Seleção, lidamos tantas vezes com a imprevisibilidade dos mercados e da própria vida, que é impossível esquecer que os Recursos Humanos existem para servir. Servir não só a sua organização e os seus colaboradores, mas ser igualmente o espelho máximo ao mercado da imagem e cultura que a organização pretende transmitir. E se o foco tem sido a forma como as empresas comunicam com o mercado para a atração de candidatos, diria que não é menos importante a forma como as empresas comunicam com os seus parceiros e clientes, porque no fundo vivemos numa economia experiencial e num ciclo fechado, onde clientes e fornecedores deveriam conviver como parceiros, trabalhando em rede que funcione com uma bolsa de solidariedade nos momentos necessários. Num país de 10 milhões de habitantes, onde os maiores setores empregadores são o retalho e os serviços, esta é a prova máxima que vivemos numa rede comercial onde tudo se vende, e onde todas as experiências são por isso analisadas. Assim, o objetivo de cada empresa não deverá estar focado na concretização da venda/compra per si, mas em criar um ciclo de repetição através da recomendação e promoção que se concretize no incremento do negócio e na fidelização do seu target. Afinal a promoção advém de uma experiência positiva, que origina uma preocupação com os processos internos, que medem o employee/customer experience, nunca esquecendo, que para podermos passar essa experiência para fora da organização, temos que ser autênticos em criar essa mesma cultura de “atenção” internamente. Pelo que mais vezes lembrar que medir as nossas ações como se o impacto das mesmas fosse connosco, é libertarmo-nos de máscaras profissionais e gerir relações tanto pessoais como profissionais, isentas de expectativas e sobre correntes de energia e positividade, que melhorarão sempre a experiência de quem no dia-a-dia lida connosco.

Technical Support

[080/UPG/83819/MP] - Lisboa


Outsystems Developer

[080/UPG/83619/MP] - Lisboa

Incident Manager

[080/UPG/77719/MP] - Lisboa